Mês: janeiro 2008

Eu!

A foto mais recente… tirada sexta, dia 25/1 pela Ida Feldman.

Anúncios

Rita Lee está voltando

A gente é feito de pedacinhos de informações que recebemos a vida toda. Tenho certeza de que muito do que sou hoje – a forma como penso e as coisas que acredito – devo ao fato de ter passado minha vida toda ouvindo Rita Lee. Não existe época da minha vida que não tenha uma trilhazinha dela.

Rita está iniciando uma noa turnê e eu gostaria muito de assistir a esse show… por várias razões, mas a maior de todas é celebrar essa cantora/ compositora que sempre fez parte da minha vida. Uma vez, na época da faculdade, eu a entrevistei e lembro muito bem a emoção de ver aquele cabelo vermelho merthiolate bem de perto. Ela foi muito fofa e isso só fez aumentar minha admiração.

Coincidentemente hoje coloquei pra ouvir no carro um cd muito bom… o Rita Lee Acustico gravado há exatos dez anos. É impossível ficar quieto e não cantar junto todas as músicas. Adoro a mania dela de fazer trocaralhos do cadilhos. O meu preferido é: “Pegar fogo nunca foi atração de Circo, mas de qualquer maneira, pode ser um calorose espetáculo”. Típico!

 Esse clip é muito marcante pra mim… vivi muito intensamente essa época e pra mim é impossível ouvir lança perfume e não ter vontade de sair patinado!

O Céu deve isso a mim…

Eu sempre gostei da Marina Lima… desde a época que ela era só conhecida por Marina. Fui super fã a ponto de assistir o show Fullgas oito vezes! Hoje, felizmente, estou mais calmo com isso e somente acompanho a carreira dela… mais por obrigação do que por gosto mesmo.

Com a chegada do carro novo, gravei alguns cds para ouvir enquanto dirijo e um deles foi uma coletânea das coisas que eu mais gosto da Marina. Modéstia a parte, o CD ficou incrível! Tem um pouco de tudo desde o comecinho da carreira dela. Coisas que me dizem muito e que fazem parte da minha vida. Eu adoro colocar o cd pra ouvir e cantar as músicas ao berros. As lembranças vem aos montes… inclusive uam definição de uma colega da época da faculdade: “As músicas da Marina são ótimas pra dar uns malhos…”

Essa é a que eu mais gosto. Já cantei e chorei muito ouvindo…

atualizando: No Blog do Marcelo existe um link… um não, na verdade são vários… onde é possível dar um baixotildes (como elel mesmo fala) em cada cd da Marina… tem todos lá… quando eu tiver um pouco de saco, coloco a lista das músicas que gravei no meu cd perfeito, extraordinário e delicioso de se ouvir na estrada… e de dar uns malhos, é claro!

Os links:

http://elcocoloco.blogspot.com/2007/11/marina-naked-discography.html
http://elcocoloco.blogspot.com/2007/11/marina-naked-discography-two.html

Pronto, começou!

Assisti ontem à estréia do BBB8 e logo de cara já percebi um montão de coisas: a fórmula está pronta, nada mudou e nada mudará do que foi feito anteriormente. A sensação de dejavu foi enorme… mesmas pessoas, mesmo Bial, mesmo texto… será que eles não se dão conta que ninguém tá nem ai pro lance de “romances, intrigas e festas”? Quer dizer, até estamos, mas todo mundo já sabe que é isso que rola e pronto! Dá pra, pelo menos,  mudar o texto já que todo resto é igual?

Outra coisa que me dá no saco são as críticas e comentários repetitivos. Ok, ok… é um programa vazio, estamos num país pobre e as pessoas que estão lá são conhecidas de alguém da Globo. Só isso é que tem pra ser comentado? Não dá pra encarar o BBB como um evento simples, anual e vazio? É preciso levar essa besteira tão a sério? Não percebem que justamente por isso que todo mundo assiste? Por ser essa besteira tão grande e inútil é que pega.

Eu já tenho meus preferidos. Ao contrário do Renateeeenho eu ADOREI a Bianca… ou Biancão como falam por ai. Tenho certeza que ela vai ser o ponto de discórdia/ confusão da casa. É a mais carismática, diferente e interessante. O resto, sei lá.. ninguém disse nada. Não sei como alguém pode entrar num programa desses e ficar travado. Pra mim esses já começam perdendo. Quer apostar quanto que os finalistas serão Bianca, Marcelo e Marcos? Mas no fundo, no fundo mesmo eu gosto mesmo e torço é pelo Rafinha… dá pra resistir a um sorriso torto desses?

BBB Starts Again!

Uma das coisas que eu gosto do início de ano é a chegada do BBB. Sim, sim… eu assisto BBB, gosto, comento e até defendo, quando é o caso. Acho divertido, bem feito, interessante e prefiro ser um telespectador assumido do que parecer um tonto que FINGE que não sabe nada do programa. TODO mundo assiste, todo mundo acompanha e todo mundo sabe quem está lá dentro da casa.

Ontem foi dada a largada do programa com o anúncio dos 14 participantes. Em menos de 12 horas dois já foram substituidos: uma eliminada por ter a língua maior que a boca e outro porque nasceu cagado e pegou rubéola justo quando alguma coisa legal ía acontecer na vida dele. Coisa legal sim… pelo menos é o que ele devia estar achando. Eu NUNCA me inscreveria pra participar de um programa desses, mas pra ele que se inscreveu, passou por todos os testes, entrevistas e já estava confinado no hotel deve estar se achando o MAIS AZARADO do mundo!

Cagadisses a parte, quem me conhece sabe que eu já trabalhei no BBB (o II)  e tenho feito todos o últimos realities do SBT. Sou produtor de casting da emissora e me especializei em formar o elenco desse tipo de programa. ADORO o que faço e posso dizer que sou muito bom no que faço. A parte mais legal é entrevistar as pessoas (aparece cada tipo!) e montar o quebra-cabeça de personalidades que vão ficar confinadas. É sempre bom ter algum tipos bem definidos mas sempre acabam aparecendo as surpresas… e é essa o lado bacana da brincadeira: tentar descobrir TUDO que pode acontecer nos relacionamentos do bando de malucos que colocamos trancados dentro das casas.

Esse ano eu estou impressionado com a rapidez de notícias e dos “segredos” já descobertos de cada participante. Já encontraram os perfis de cada um no orkut, fizeram links e muita coisa que não era pra ser descoberta já está na rede. Isso não acontecia no começo dos realities… os participantes eram todos “anônimos”, pelo menos no sentido de ninguém saber nada sobre eles. Agora o programa já começa sem muita novidade pra ser mostrada ou descoberta… falta saber se isso vai ser bom ou ruim. A impressão que dá é que daqui uma semana, quando o programa realmente estreiar, todos já vão ser notícia velha.

Vou tentar acompanhar e comentar o programa conforme for rolando… Para terminar, deixo aqui aquela brincadeirinha bem engraçada que sempre acontece quando apresentam os participantes…

Tudo de novo

Pronto. acabou… quer dizer, começou! Começou o ano e com ele a gente volta (de onde mesmo?) com as baterias recarregadas, cheios de planos e esperanças renovadas para o novo período solar. O engraçado é que isso acontece igualzinho toda vez, as coisas mudam muito pouco mas sempre acreditamos que só porque tem uma folhinha nova na parede da cozinha tudo pode ser diferente.

Dessa vez não fiz nenhuma promessa. Quero um ano cheio de surpresas e decisões repentinas. Quero manter o que conquiastei de legal em 2007 e ficar aberto para novas oportunidades em 2008. Acredito que com menos cobranças e, consequentemente, menos frustações por não ter conseguido realizar o planejado eu posso chegar em dezembro com resultados mais positivos para mim mesmo. Na verdade eu espero muito pouco. Só quero continuas me sentindo vivo e interessado pela vida, só isso.