Amigos

Momento Amelie Poulan

amelieComo diria Pedro Calderon de la Barca, “A Vida é Sonho”.
Estou impressionado com a quantidade de energia boa que ainda carrego depois do meu aniversário. Passo o dia feito um bobo alegre, saltitando e aproveitando cada segundo, sendo feliz, quase um bobo alegre. Se estiver incomodando alguém, que me deixe em paz.
Hoje vivi um momento único… aquelas coisas que vão accntecendo e quando você vê, seu dia e sua vida mudaram por completo. Vou contar a história e espero que ninguém ache que estou falando dos bens materiais… quero falar do que existe acima disso tudo: o afeto, o carinho, a percepão do próximo, a compaixão e esse montão de coisas que são as que realmente importam na vida da gente.
Passei um dia ótimo, trabalhei, corri, lí, produzi e fiz muito mais do que me pediram ou esperavam de mim… e fiz por puro prazer. No final do dia combinei com duas amigas ir ao shopping.. bater pernas e fazer comprinhas. Uma delas, a Dri queria comprar uma coisa que ela queria muito mas não tinha coragem de dar o passo final. Ela queria uma tv Full HD. Qual o problema de querer ter uma? NENHUM.
Convencemos, e saimos todos pra casa dela pra instalar a dita cuja. é engraçado como podemos nos divertir com a felicidade e realização alheia, não é? Pois foi tudo gostoso e marcante mesmo.. rimos, brincamos, instalamos e a tv ficou LINDA no móvel da sala. Ocupando pouco espaço, como é sua função e com uma imagem de cortar os pulsos de raiva por não ter uma igual. Como eu não tenho uma mesmo… uma minha, no meu quarto… só a coletiva da sala, fiquei na minha pois nem tinha o que comparar.
A única possibildade imediata de testar o HD era assistir um dvd do filme Amelie Poulan que ela tinha na estante. Foi perfeito… logo de cara czímos dentro da história de novo e revivemos toda aquela fábula colorida que ninguém cansa de ver. Pra mim esse é um filme de pequenos prazeres… aquelas narrativas discrevendo coisas tolas que todos gostamos de fazer e que nos fazem realmente felizes são a alma e a graça do filme. Fiquei pensando nisso o tempo todo e curtindo cada segundo desse dia maluco. O filme acabou sendo o encerramento perfeito, uma metáfora dos meus últimos dias.
Vamos ter prazer com os amigos, curtir as coisas que acontecem, viver as oportunidades e não fechar a porta pra nenhuma. É uma delícia jogar pedra ricocheteando na água do rio, enfiar a mão no tonel de ervilha a granel da feira, ver a chva caindo, ir ao shopping com amigos pra bater perna, tomar um vinho, comer uma pizza e convencer a indecisa que ela precisa MUITO de uma tv Full HD. Alias, ela não precisa, ela MERECE ter uma. Todos merecemos.
Pra terminar com chave de ouro, na hora de ir embora, ganhei de presente TV antiga dela! Assim mesmo, de graça na lata, na bucha. Fiquei sem saber o que fazer e to meio passado ainda. Juro que não esperava… mas como não sou bobo nem nada, a tv está lá no meu quarto!
Pela segunda vez, a Dri fo minha Amelie Poulan. A outra vez foi n show da Madonna… e agora essa coisa doida… uma televisão… nuinguém faz idpeia do qe isso significa pra mim. Sim, eu posso comprar uma, posso até ter uma full hd… mas ganhar essa que ra da Dri, foi mais do que significativo. Pra mim, é uma prova de que tudo que fiz, faço e continuarei fazendo estão no caminho certo.
Obrigado, minha amiga querida, obrigado por ser tão especial, iluminada, encantada, doce, carinhosa, especial e delicada. Lembrarei disso tudo pra sempre. Você não sai mais de dentro do meu coração nunca!

Parabéns amigo!

Hoje é aniversário do meu GRANDE amigo Luizinho. O maior coração guardado dentro do menor corpo que conheço! Não tem como eu deixar passar em branco essa data, não como eu não escrever algo para mostrar pra todo mundo oquanto gosto dele. O Lu é daqueles que conqusitam a gente logo de cara por sua simpatia, inteligência e bom humor. Se não bastasse isso, pra completar ele cozinha como poucos, é bem relacionado, carinhoso e escreve cartões de aniversários que deixariam até o Edmundo com os olhos marejados.

Nos cartões que ele me escreve, o Lu sempre conta de uma tal “Nega Maluca” que apareceu nos dias que nos conhecemos… um dia eu conto quem era essa nega. Mas tudo bem, nesse encontro estava também a Miss Pig. E eu nunca vou me esquecer disso. Guardo na lembrança esse momento e mais o 487 outros encontros memoráveis que tivemos. Por coincidência foram exatamente 487 vezes que nos vivos desde essa primeira vez!

Luizinho, te amo e quero ter você por perto mais outras 487.000 vezes.